Peter Van Garderen, arquivista canadense, é o principal desenvolvedor do ICA-AtoM, um software livre que deverá permitir a criação de instrumentos de pesquisa online para instituições arquivísticas. Ele acaba de enviar ao editor do Portal do Arquivista um material em português acerca do software.

ICA-AtoM é o acrônimo de Access to Memory. O projeto de software ICA-AtoM resulta de um esforço de colaboração entre o ICA e alguns parceiros e patrocinadores (a UNESCO, a Escola de Arquivos de Amsterdam, o Banco Mundial, a Direção dos Arquivos de França, o projeto Alouette Canadá e o Centro de Documentação dos Emirados Árabes Unidos).

Entre as vantagens que a versão final do ICA-AtoM deverá possuir, podemos citar:

  • Total conformidade às normas do ICA.
  • Apoio para outras normas relacionadas, incluindo EAD, EAC, METS, MODS, Dublin Core.
  • Aplicação concebida inteiramente para ambiente web.
  • Interfaces multilingues.
  • Catálogo multi-institucional.
  • Interfaces com repositórios digitais.

Uma versão beta do software ICA-AtoM foi apresentada na ICA-CITRA ocorrida em novembro de 2007, no Canadá. Ela possui cerca de 60% das funcionalidades da aplicação final.

O Arquivo Público da Bahia já manifestou interesse em traduzir o software para a Língua Portuguesa junto ao desenvolvedor e a Feudo – Tecnologia e Informação pretende oferecer serviços de implantação e suporte a esse sistema.

Abaixo, uma imagem da interface do sistema, ainda em inglês.

Veja aqui o material enviado pelo desenvolvedor, em português.

Também é possível assinar a lista de discussão do projeto.

– Ricardo Sodré Andrade, Editor

Software para criação de instrumentos de pesquisa online
Classificado como:            

Uma ideia sobre “Software para criação de instrumentos de pesquisa online

  • 1/09/2010 em 10:09
    Permalink

    Oi, boa tarde, sou estudante do curso de Arquivologia da UFF tenho um trabalho para fazer, mais não entendo muito do assunto, vcs poderiam me ajudar?

    tenho que analisar um solftware livre, a are de arquivo e gostei muito desse , o eu poderia acrescentar ao meu trabalho?

    Obrigada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*