Atheneuzinho

 

 

Prédio está completamente abandonado há alguns anos

O antigo prédio do Colégio Atheneu, chamado de ‘Atheneuzinho’ será completamente restaurado e em 18 meses dará lugar ao Centro Cultural Banese. Lá, já funcionou o Arquivo Público de Sergipe.

O ambiente promete ser um local de convergência que aliará as novas tecnologias da informação com a preservação da identidade histórica e cultural de Sergipe. O governador Marcelo Déda anunciou as obras durante evento na manhã dessa terça-feira, 11.

 

Durante seu discurso o governador salientou que esse era o presente do Governo do Estado para a capital, Aracaju, no mês do aniversário de Aracaju. “Esse é um prédio que faz parte da história arquitetônica e cultural do nosso Estado da nossa capital. A sua beleza arquitetônica será restaruada e reincorporada à cidade, mas ao mesmo tempo dentro dele haverá um centro de preservação da nossa cultura. O norteador de todas as atividades será o uso da tecnologia a serviço da arte”,
disse o governador.

 

De acordo com João Andrade, presidente do Banese, será feita uma estrutura semelhante à encontrada em outros centros culturais, como o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. “De tal forma que o cidadão sergipano e os visitantes conheçam de perto a cultura sergipana. Aqui também será criada uma verdadeira biblioteca digital. Vamos fazer várias parcerias para que as entidades possam colaborar com a identificação e catalogação das obras”, afirmou Andrade.

 

A recuperação física do prédio, e a instalação do Centro Cultural está prevista para acontecer no prazp de 18 meses. A Assembléia Legislativa aprovou na manhã dessa terça-feira, 11, a cessão da área para o banco. O Banese também comprou o terreno ao lado da antiga escola, que deve servir inicialmente como estacionamento.

 

O pesquisador e historiador Luís Antônio Barreto afirma que a iniciativa é positiva, “primeiramente porque salva um patrimônio público. O prédio é um exemplar de arquitetura própria, do começo do século XX “, ressalta. Em 1985 o prédio foi tombado como patrimônio público.

No local já funcionaram a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur), o Arquivo Público e a Secretaria de Educação. O prédio foi construído em 1926, durante o governo de Graccho Cardoso, e desde 1996 está desabitado. No total serão investidos R$4 milhões para restauração e implantação do Centro Cultural.

 

Fonte: Infonet

Atheneuzinho será Centro Cultural Banese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*