Cinco anos após a invasão das tropas lideradas pelos Estados Unidos no Iraque, os responsáveis pela biblioteca e pelo arquivo nacionais tentam recuperar o que sobrou dos documentos do local. “Cerca de 60% dos arquivos foram perdidos, incluindo documentos importantes cobrindo a era republicana de 1958 até 1979”, afirmou o diretor do arquivo, Saad Eskander.

Segundo o diretor do arquivo, dezenas de milhões de documentos foram apreendidos pelos soldados americanos e enviados de navio para os Estados Unidos, onde estariam em poder da CIA e do Pentágono.

Muitos documentos que que não foram roubados foram queimados ou danificados pelas águas e um meticuloso trabalho de recuperação está sendo realizado para restaurar, catalogar e passar para microfilme os manuscritos e documentos que sobraram.

Fonte: BBC / Último Segundo

Iraque tenta recuperar arquivo nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*