Em um trabalho conjunto entre a Secretaria da Administração (Saeb) e a Secretaria de Cultura (Secult), via Fundação Pedro Calmon, começa-se a pensar uma nova gestão da documentação do estado. Foi entregue nesta segunda-feira (11) à Saeb um documento de referência para a regulamentação da gestão de arquivos no ambiente executivo da Bahia, primeiro passo para uma ação sistêmica que envolverá as secretarias e os órgãos do governo nos próximos meses.

“Com esse documento, formalizamos a orientação que guiará todos os aparelhos do governo estadual, no que toca à guarda, preservação e arquivamento dos documentos oficiais circulantes”, afirmou a diretora de Serviços da Saeb, Gerusa Paes Coelho.

Com a oficialização da norma, diversas ações serão realizadas pelo Arquivo Público da Bahia, em parceria com a Saeb, para sensibilizar os gestores públicos quanto à importância de se pensar na gestão correta dos documentos oficiais. “Com essa publicação, teremos seminários e cursos de qualificação para os gestores e profissionais que lidam diretamente com os arquivos dos órgãos”, disse a diretora do Arquivo Público, Maria Teresa Navarro.

Para o diretor da Fundação Pedro Calmon, Ubiratan Castro, esse primeiro passo tem importância direta na preservação histórica do estado. “É pensar o futuro cuidando do passado. A partir dessa ação conjunta poderemos também regulamentar o envio de documentos das secretarias para o Arquivo Público da Bahia, garantindo a catalogação e preservação da memória do governo estadual de uma melhor forma”, destacou.

Fonte: FPC / Ascom

Secretarias firmam parceria para gerir e preservar arquivos (BA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*